História do crochê

Você e eu chamamos de crochê, assim como os franceses, belgas, italianos e
espanhóis. Outras formas de trabalho manual são tricô, bordado e tecelagem –
podem ser datadas em tempo, graças a achados arqueológicos, fontes escritas
e representações pictóricas de vários tipos.
Mas ninguém sabe ao certo quando e onde o crochê começou. A palavra vem
de croc, ou croche, a palavra do francês médio para gancho, e a palavra nórdica
antiga para gancho é krokr.
De acordo com a especialista em crochê americana, o verdadeiro crochê como
o conhecemos hoje foi desenvolvido durante o século XVI. Ficou conhecido
como ‘crochet lace’ na França e ‘chain lace’ na Inglaterra.” E, ela nos diz, em
1916 Walter Edmund Roth visitou descendentes dos índios da Guiana e
encontrou exemplos de crochê verdadeiro.
Outra escritora/pesquisadora, Lis Paludan da Dinamarca, que limitou sua busca
pelas origens do crochê para a Europa, apresentou três teorias interessantes. –
Crochê originado na Arábia, espalhado para o leste até o Tibete e para o oeste
até a Espanha, de onde seguiu as rotas comerciais árabes para outros países
mediterrâneos. – As primeiras evidências de crochê vieram da América do Sul,
onde uma tribo primitiva teria usado adornos de crochê em ritos de puberdade. –
Na China, eram conhecidos exemplos de bonecas tridimensionais trabalhadas
em crochê. Croche melhor decoração

Leave a Reply

Your email address will not be published.